Breaking News

terça-feira, 14 de maio de 2019

Trabalho árduo para ajustes finais


Depois de um período um pouco quanto turbulento no rubro-negro, podemos dizer que o clima vem mais calmo, mas há pendências a ser resolvidas. O clube foi ao Uruguai tentar se classificar na Libertadores para as oitavas de final da competição.
Conseguiu uma ótima performance, para alguns a melhor do ano, porém como sempre na história do Flamengo, foi no sufoco, os atacantes não estavam tão inspirados na última bola de finalização, mas o pior passou e o rubro-negro classificou para as oitavas.
Enquanto isso no Brasileirão, entrou com o time alternativo e venceu a Chapecoence no Maracanã. Vitória importante que deixou apenas 3 pontos do líder que atualmente é o Palmeiras. Com os olhos fitos na Libertadores o clube carioca somou pontos importantes para a sequência e para uma futura briga pelo título da competição nacional. Alguns jogadores tiveram uma ótima partida, como a dupla de volantes, Piris da Motta e Ronaldo que acertaram uma boa porcentagem dos passes, vale ressaltar a volta de Berrío depois de um longo tempo lesionado que teve como desafogo do time no contra-ataque.
Logo após saiu o tão esperado sorteio das oitavas da Libertadores, saiu um confronto até desejado pelos torcedores, o Flamengo vai enfrentar o Emelec do Equador, clube no qual o clube carioca enfrentou nas fases de grupos do ano passado (2018), com duas vitórias para o rubro-negro, na possível passagem de fase, pelo chaveamento o Flamengo pode pegar o Internacional ou Nacional do Uruguai.
Na quarta (15) terá o primeiro jogo das oitavas da Copa do Brasil contra o Corinthians em São Paulo, jogo difícil, pelo método defensivo do clube paulista ser extremamente apurado, mas em qualidade técnica e recursos o Flamengo pode sobressair e ganhar no estádio deles e no jogo de volta no Rio
Então concluo que o Flamengo tem tudo para prosseguir na Libertadores, Copa do Brasil e continuar pontuando bem no Brasileirão, já que a tabela tende a dar uma aliviada, pois começou muito agitada, enfrentando times considerados rivais contra o título, agora é foco, se possível melhorar o sistema defensivo e extinguir protegidos no elenco, coisa que não vemos na maioria, mas pode acabar acontecendo.

Foto por Alexandre Vidal


Por Gustavo Rufino P. Furtado 

Nenhum comentário:

Postar um comentário