Breaking News

segunda-feira, 1 de julho de 2019

Enfim tivemos uma corrida de verdade

Foto: Getty Imagens


       Áustria, casa do lendário Niki Lauda, palco da melhor corrida da temporada até aqui.Os treinos mostravam que a Ferrari e a RBR chegariam com tudo para a corrida, Hamilton que sairia em segundo tinha uma penalização a cumprir e largaria de quarto. Verstappen queria mostrar trabalho na casa da equipe.

     Na largada da prova, a expectativa; na pole Charles Leclerc o jovem piloto da Ferrari que virou a sessação do campeonato, do outro Max Verstappen, o protegido da Red Bull. Logo na largada Verstappen não conseguiu sair do lugar e caiu para sétimo, já Leclerc seguiu na ponta e abrindo vantagem para aqueles que vinham atrás. Lando Norris foi ultrapassado por Kimi Raikkonen e algumas voltas depois por Sebastian Vettel, que passou a fazer pressão sobre o finlandês e sua Sauber.

     Pensa que as ultrapassagens pararam por ai? Estão enganados. Norris conseguiu recuperar sua posição perdida para Raikkonen que passou a brigar por posições com Pierre Gasly. Após o começo das paradas nos boxes começamos a ver um show de disputas. Norris duelava coma Renault de Daniel Riccardo e logo após a ultrapassagem do inglês o australiano se viu ultrapassado pelo francês Pierre Gasly. 

      Durante a segunda parada de Leclerc, Hamilton assumiu a ponta com Verstappen em segundo e o jovem piloto da Ferrari vindo em terceiro. O piloto inglês reclamou que seu carro estava instável, e acabou indo para os boxes e na volta seguindo o piloto holandês também entrou.

      No meio do pelotão um jovem despontava bravamente em suas ultrapassagens, Lando Norris mostrava o porque seu nome foi tão falado no ultimo ano pelos boxes como sendo uma joia para o esporte.

    Perto do fim da corrida o show continuava e desta vez a briga era pelo primeiro lugar. Max Verstappen e Charles Leclerc duelaram por cinco voltas, até que na ultima o holandês conseguiu ultrapassar. Muitos pediram a punição para Max, já que a disputa foi muito parecida coma  de Vettel e Hamilton no GP do Canadá deste ano, mas os comissários foram a favor do esporte e optaram por não punir.  Desta forma o pódio da corrida ficou em primeiro lugar Max Verstappen em segundo Charles Leclerc e em terceiro Valtteri Bottas. 


Twitter: F1


    Punir ou não punir
             
      A comissão da FIA para a prova deste final de semana, optou por não punir Max Verstappen o que levou a reabrir a discussão sobre a punição de Sebastian Vettel no Canadá, já que as ultrapassagens foram semelhantes e ouve dois pesos e duas medidas tomadas. A Ferrari entendeu que na Áustria era para o bem do esporte e decidiu não recorrer da decisão, mas a impressão que ficou é que a equipe italiana foi duplamente prejudicada.


Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário