Breaking News

quarta-feira, 31 de julho de 2019

Estamos nas Quartas: com direito a goleada, Palmeiras avança para próxima etapa na Libertadores


Ontem, o Palmeiras goleou o Godoy Cruz por 4x0 no Allianz, e avançou mais um passo para as quartas de final da Libertadores, um primeiro tempo nervoso com muitos erros de passe, mas uma volta para o segundo tempo com um time mais focado.
No jogo de ida em Mendoza na Argentina, o Palmeiras trouxe um empate de 2x2, depois de sair perdendo por 2x0, os alviverdes conseguiram empatar, e levavam a vantagem de um empate de até 1x1 que levaria a vaga.

Borja comemorando seu 11º gols em Libertadores
Foto: Cesar Greco/ Ag, Divulgação/ Palmeiras


O Primeiro Tempo
Felipão entrou com algumas surpresas no time titular, o meia Raphael Veiga, muitos torcedores questionaram a falta de Zé Rafael. Outra não tão surpresa assim, foi o centroavante Borja, que fez uma bela partida no jogo de ida em Mendoza e caiu de novo nas graças da torcida.
O jogo começou com muito nervosismo da parte dos palmeirenses, com muitos erros de passe, um time mais apático, sem muitas chances de gol, alguns chutes, pouco ameaçadores para abrir o placar.
Os times foram para o vestiário sem marcar gols.

O Segundo Tempo
Logo no começo do jogo já se percebeu que o Palmeiras voltou com uma postura diferente. Num lance polêmico dentro da área, a bola bate no braço do zagueiro do Godoy Cruz, Borja que participa do lance reclama e o arbitro consulta o VAR e marca pênalti a favor do Palmeiras.
Um pênalti polêmico, muitos não marcariam, não veem como pênalti, mas algumas regras mudaram e todo lance com ou sem intenção que a bola bate no braço é marcado pênalti.
Raphael Veiga cobrou, bateu forte no canto direito do goleiro, que até acertou o canto, mas não conseguiu pegar, assim o Verdão abre o placar no Allianz Parque.
O segundo gol saiu num lance de tiro de meta, Weverton bateu e a bola foi parar na pequena área, o goleiro do Godoy saiu para defender, a bola pingou na frente dele desviou e Borja ampliou o placar.
Pronto, já conseguimos voltar a respirar no jogo. Depois disso, só deu Palmeiras. Felipão fez algumas alterações, tirou Raphael Veiga e colocou Gustavo Scarpa, e sai Willian Bigode que não fez umas das suas melhores partidas, e entra Hyoran, que entrou muito bem no jogo, em 2 minutos conseguiu levar 2 bolas perigosas ao gol.
Felipão faz sua última substituição, e coloca ninguém mais ninguém menos que Deyverson. Borja fez uma bela partida, e com seu gol de ontem somou 11 gols em libertadores, é o segundo maior artilheiro do Palmeiras empatado com Tupãzinho, só fica atrás de Alex com 12 gols.
O terceiro gol sai de um cruzamento de Dudu, para Gustavo Scarpa que enche o pé mandando pro fundo do gol.
No fim do jogo o atacante Manzur que havia entrado no segundo tempo da uma entrada forte em Dudu e é expulso do jogo. O mesmo Dudu finaliza o jogo com o quarto e último gol lavando a alma do torcedor palmeirense.
Com gritos de olé, a torcida alviverde começa a acreditar de novo no time, e que o ano ainda não está perdido.

“Alma e coração” como é falado em um dos cantos mais famosos da torcida do Palmeiras, Libertadores é isso, é não ter medo de adversário nenhum, é raça e vontade, é jogar pelo grupo. Que nossos jogadores sintam no coração o valor da nossa camisa, a cada jogo!!!

Próximos jogos
No domingo a chave vira para o Palmeiras, que enfrenta seu arquirrival Corinthians, as 19:00 em Itaquera. Correndo atras da liderança perdida na rodada anterior, o Palmeiras precisa da vitória para voltar a ter paz com a torcida, e retomar a confiança e foco nas competições. Pela Libertadores, o adversário do Verdão nas quartas de final sai do duelo entre Grêmio e Libertad, que se enfrentam na noite desta quinta. A vantagem é do tricolor gaúcho que venceu a partida de ida em seus domínios por 2x0.

MAIORES ARTILHEIROS DO PALMEIRAS NA LIBERTADORES

1º - Alex - 12 gols em 39 jogos
2º - Tupãzinho - 11 gols em 14 jogos
Miguel Borja - 11 gols em 24 jogos
4º - Lopes - 9 gols em 11 jogos
5º - César Maluco - 8 gols em 10 jogos
Edmundo - 8 gols em 18 jogos
Ademir da Guia - 8 gols em 29 jogos
Via: Lance.com

FICHA TÉCNICA PALMEIRAS 4 X 0 GODOY CRUZ

Data: 30 de julho de 2019 (terça-feira)
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Competição: Libertadores Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Esteban Ostojich (Uruguai)
Assistentes: Richard Trinidad e Gabriel Popovits (Uruguai)
VAR: Gery Vargas (Bolívia)
Público: 35.666 presentes
Renda: R$ 2.515.490,05
Cartões amarelos: Bruno Henrique e Raphael Veiga (PAL); Tomás Cardona, Breitenbruch e Varela (GOD)
Cartão vermelho: Manzur (Godoy Cruz)
Gols: Raphael Veiga aos 12 minutos, Miguel Borja aos 29, Gustavo Scarpa aos 39 e Dudu aos 49 minutos do 2º tempo (Palmeiras)

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Raphael Veiga (Gustavo Scarpa); Willian (Hyoran), Dudu e Borja (Deyverson). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Godoy Cruz: Mehring; Cardona, Varela e Breitenbruch; Bullaude, Andrada, Gutiérrez, Arena (Richard Prieto), Merentiel e Brunetta (Manzur); Morro García. Técnico: Lucas Bernardi.


Por: Rafaela Marinello
Twitter: @rafa_marinello

Nenhum comentário:

Postar um comentário