Breaking News

sábado, 6 de julho de 2019

Rast larga mal, cai pra último mas vence a primeira em Norisring

Foto: DTM.com/Hoch Zwei
Após praticamente um mês de hiato, o DTM retorna à ação, dessa vez de volta à Alemanha, para a etapa de Norisring 

No treino qualificatório, a pole position ficou com Nico Müller, que quebrou o recorde de volta mais rápida de Norisring, percorrendo em 46.337s os 2300km do circuito, seguido de Bruno Spengler, René Rast líder do campeonato, e Joel Eriksson fechando a segunda fila. 

Müller manteve a liderança após a curva 1, Spengler foi atacado por Phillip Eng, Pietro Fittipaldi foi acertado por Di Resta e acabou abandonando a prova logo após a primeira curva. ErikssonHabsburg e Rockenfeller realizaram o pitstop obrigatório na primeira volta, e na seguinte foi a vez de Frijns e Wittmann, e na Terceira volta, Jake Dennis, Juncadella e Rast, que teve sua largada prejudicada, pois deixou o carro morrer. Enquanto os três saíam dos boxes, a direção de prova chama o carro de segurança, para a retirada do Audi de Pietro Fittipaldi, que estava estacionado na pista. 

Após a relargada Müller segue na liderança, uma grande batalha entre as BMW que os seguiam acontece, Eng assume a vice liderança, Spengler chega a ser atacado por Glock, mais a frente na curva  4 Glock foi tocado por Van der Linde, e acaba rodando, e sendo atingido por Aberdein, o sul-africano do Audi #27 seguiu na prova, enquanto Glock abandonou, porém parou o carro perto de uma zona segura, e evitou um carro de segurança, na volta 16 Eng foi ultrapassado por Spengler, que retornou à sua posição de largada, e por Jamie Green, e por pouco não foi ultrapassado pro Rast, e na volta seguinte Eng foi aos boxes. 

Rast voava na pista, estava mais rápido que o líder, ultrapassou Jamie Green, e partiu à caça de Spengler, na 23ª volta Green realizou seu pitstop obrigatório e Frijns retornou para que a equipe retirasse uma sacola plástica de seu carro, que estava atrapalhando a refrigeração dos freios. Duas voltas depois, Rockenfeller perdeu potência no começo da reta principal, e foi chamado para os boxes, enquanto seu companheiro de Audi, Frijns abandonava a prova. 

Na 30ª volta, o então líder Nico Müller realizou o pitstop obrigatório, e retornou na 7ª posição, e a liderança passou a ser de Rast. A prova então não teve muita movimentação, a principal era a batalha de Müller para recuperar as posições perdidas, já que tinha pneus bem mais novos, e na 54ª volta o suíço conquista a terceira posição, e a expectativa era se ele conseguiria atacar Eriksson na segunda posição. 

Na volta 64 Daniel Juncadella ultrapassa Wittmann e assume uma 4ª posição para a Aston Martin, logo depois foi a vez de Loic Duval e de Bruno Spengler ultrapassarem a BMW #11, e a alegria da Aston Martin durou menos de uma volta, já que Juncadella foi ultrapassado por Duval, enquanto isso Müller já estava colado em Eriksson. na 66ª volta, Müller mergulha, ambos se tocam mas o piloto da BMW seguia na frente, Müller só teria mais 3 voltas para ultrapassar, e foi pra última curva da última volta, Müller veio por dentro, freiou mais tarde que Eriksson e realizou a ultrapassagem e conseguiu se manter em segundo. 

Rast vence com 34 segundos de vantagem, uma corrida brilhante para quem teve problemas na largada, e chegou a ocupar a ultima colocação, e agora tem 21 pontos de vantagem sobre o vice lider do campeonato, Nico Müller.

Texto: Mauricio Campelo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário