Breaking News

segunda-feira, 5 de agosto de 2019

Palmeiras e Corinthians em jogo disputado terminam o Derby em 1 a 1

A noite podia ser fria, mas o clima estava fervendo pela 13° rodada do Campeonato Brasileiro, Palmeiras e Corinthians entraram em campo na Arena Corinthians e o clima sempre é quente pela rivalidade,histórico, clássico e também pelos últimos eventos envolvendo um protesto muito estranho antes de um Derby, era para os ânimos ficarem exaltados de vez.
O início do jogo não podia ser diferente, foi pegado o Palmeiras atacava mais e com chances de gol, logo aos 03' com Deyverson sendo marcado impedimento e aos 08' com Willian os dois com defesa para o Cássio, enquanto o ataque era alviverde prevalecendo por 12 minutos iniciais aconteceu uma falta de Gómez que chutou a bola em cima de  Fagner, a falta foi cobrada por Sornoza, Manoel subiu mais alto que a marcação e mandou para o fundo do gol nas Costas de Diogo Barbosa, que vacilou e o Corinthians abriu o placar.
Depois que tomou o gol o Palmeiras se desorganizou, o nervoso atrapalhou, foram muitos erros de passe, afobação e o Corinthians dominou mais.

Foto: Renato Pizzuto/BP Filmes

Na volta para o segundo tempo as coisas mudaram e o rugido foi dele Felipe Melo aos 04' um golaço! a bola levantada na área, Deyverson cruzou para Felipe Melo que veio lá de trás subiu alto e cabeceou empatando o jogo.
O Palmeiras passou a marcar melhor, foi mais objetivo com belos contra ataques e o jogo era intenso, aos 28' Dudu cruzou na área Deyverson não conseguiu cabecear sobrando para Gómez que não pegou em cheio e facilitou a defesa de Cássio ainda teve rebote e Luan bateu para Cássio fazer nova defesa.
Aos 31' a pressão continuava e Scarpa em ótimo lance mandou para Zé Rafael que saiu sozinho na cara de Cássio, a bola foi para a trave e o árbitro marcou impedimento.
Aos 40' Felipe Melo pediu substituição pelo cansaço e este foi incrível, a raça, o gol, a entrega, ver essa energia em campo é o que fortalece, o que reage, motiva, um líder em campo, uma força ,o verdadeiro pitbull.
No finalzinho do jogo aos 48' deu tempo para Deyverson cabecear um cruzamento de Dudu onde o Cássio espalmou salvando mais uma vez o Corinthians, antes a bola havia batido na mão de Fagner onde houve pedidos para pelo menos uma verificação no VAR e o juíz não atendeu gerando revolta.
O final do clássico foi empate, o Palmeiras entrou dominando o jogo, tomou o gol, sentiu  e o Corinthians predominou o resto do primeiro tempo, no segundo tempo o Palmeiras voltou com outra postura, o gol de Felipe Melo no início colocou mais fogo, o alviverde predominou teve boas chances, poderia virar, mas o Cássio salvou.
O Palmeiras algumas vezes pode ser comparado a um vulcão, vezes adormecido talvez esperando a temperatura chegar ao nível certo e quando a lava se forma quanto mais quente ela estiver mais rapidamente ela consegue se mover, o gol brilhante do Felipe Melo foi a temperatura que esquentou, o time passou a se mover mais rapidamente atacar e contra atacar, mostrar energia e dinâmica, que seja mais erupção, emoção, que seja simplesmente Palmeiras.

Foto: Alan Morici/AGIF

Por: Sabrina Civolani

FICHA TÉCNICA 
Corinthians 1 x 1 Palmeiras 

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP) 
Data: 4 de agosto de 2019 (domingo) 
Horário: 19h (de Brasília) 
Árbitro: Anderson Daronco (RS) 
Assistentes: Rafael da Silva Alves e Elio Nepomuceno de Andrade Júnior (RS) VAR: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS) 
Gols: Manoel, aos 12 minutos do primeiro tempo, e Felipe Melo, aos 3 minutos do segundo tempo 
Cartões amarelos: Gil (Corinthians); Gustavo Gómez, Diogo Barbosa e Felipe Melo (Palmeiras) 
Corinthians: 
Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Gabriel (Matheus Jesus), Júnior Urso e Sornoza (Mateus Vital); Pedrinho, Clayson (Everaldo) e Vagner Love. Técnico: Fábio Carille 
Palmeiras: 
Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Thiago Santos), Bruno Henrique e Raphael Veiga (Gustavo Scarpa); Willian (Zé Rafael), Dudu e Deyverson. Técnico: Luiz Felipe Scolari

Nenhum comentário:

Postar um comentário