Breaking News

segunda-feira, 5 de agosto de 2019

Sem nenhuma inspiração, Flamengo é goleado pelo Bahia

Reprodução: Felipe Oliveira / EC Bahia / LANCE!


A semana do Flamengo vinha sendo de lua de mel com a torcida após o alívio da classificação na Copa Libertadores da América, entretanto, o “oba oba” teve fim na tarde desse domingo. O rubro-negro foi até Salvador para enfrentar o Bahia e sofreu uma derrota categórica. O que chamou a atenção foi a total falta de criatividade dos cariocas que, dominaram amplamente a posse de bola, mas sem nenhuma efetividade, viram o tricolor baiano fazer justamente o oposto e marcar 3 vezes, em tarde extremamente feliz de seu camisa 9, Gilberto. 

Jorge Jesus foi mal na escalação do time. Era evidente que depois de uma partida tão difícil, na quarta-feira, os atletas sentissem o desgaste e não correspondessem fisicamente. O treinador português não entendeu assim e escalou o que tinha de melhor, incluindo Filipe Luís, que fez sua estreia, e deu vários sinais de que essa aconteceu de forma prematura. O novo lateral rubro-negro sofreu com o bom atacante Artur, que explorou de forma recorrente o lado esquerdo da defesa rubro-negra, com muita velocidade, criando por ali 2 dos 3 gols do Bahia. 

O goleiro Diego Alves mais uma vez fez uma partida ruim, com uma falha clamorosa no segundo gol, onde tentou sair jogando, mas acabou dando a bola nos pés de Gilberto, que marcou. Ficou claro também a falta que o atacante Gabriel Barbosa fez ao time. Bruno Henrique foi o escolhido para substituí-lo no papel de 9, mas não obteve sucesso em praticamente tudo que tentou. De fato, não é possível apontar alguém que teve sucesso no jogo, pelo lado dos cariocas. Méritos ao grande trabalho de Roger Machado frente ao Bahia. A equipe tricolor fez um jogo muito forte na marcação e muito objetivo ofensivamente. 

Mais uma vez o Flamengo perde a oportunidade de se aproximar da liderança e vê os rivais pontuando. A sequência de jogos daqui pra frente promete ser ainda mais difícil com jogos contra times pesados, incluindo um clássico contra o Vasco e, no meio desses jogos, as quartas da Libertadores frente ao Internacional. Veremos como Jorge Jesus vai administrar o elenco daqui pra frente, tendo em vista a partida sofrível da equipe, em Salvador. 

ANÁLISES INDIVIDUAIS:
JOGADOR 
NOTA 
Diego Alves 
3 
Rafinha 
4,5 
Thuler 
4 
Pablo Marí 
4,5 
Filipe Luís 
3,5 
Piris da Motta 
4 
Willian Arão 
4 
Gerson 
4 
Éverton Ribeiro 
5 
De Arrascaeta 
4 
Bruno Henrique 
4 
Renê 
4 
Reinier 
4 
Berrío 
4 
Jorge Jesus 
4 


Por: Lucas Bazílio Nascimento

Nenhum comentário:

Postar um comentário