Breaking News

sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Acabou o encanto do Tite?

Foto: Pedro Martins / MowaPress)


 Desde a final da copa América o Brasil não consegue uma vitória, a seleção amarelinha não consegue jogar um futebol bonito como estamos acostumados a assistir. Já são 5 jogos, são todos amistosos com seleções consideradas fracas.

 A seleção brasileira não joga entre as suas linhas, não acelera a bola, circulação muito lenta e muito previsível e um esquema tático não definido, parece o Flamengo com o Abel Braga. É uma seleção muito cansada e não se tem o tesão de vestir a camisa da penta campeã mundial.

 Não se há uma mudança com o Tite, ele sempre leva os mesmos jogadores, mudando alguns jogares, muito pouco, da última lista da convocação e mantém os jogadores considerados “velhos” que provavelmente não vão jogar a próxima copa do mundo, o maior objetivo de uma seleção.

 Hoje contra a Argentina, sexta-feira 15/11/2019, o Brasil parecia com medo de passar do meio de campo, chegou poucas vezes no gol adversário, os zagueiros foram os que mais trocaram passes entre si, toda vez que se chegava na defesa adversária era só bola aérea pouquíssima chegadas trocando passe entres os atacantes, onde o goleiro Alisson foi o melhor jogador da seleção e sem falar das mexidas do Tite, ele faz umas alterações sem ousadia, não há renovação. Não se pode ser conservador e querer fazer renovação ou ser ousado, é como o Galvão falou “ou Tite muda ou tem que mudar o Tite”

 Tite não tem ousadia, não tem coragem para colocar os caras para jogar. O Rodrygo fez três gols na Champions, é o jogador mais falado do momento pela juventude. Aí o treinador não tem como não convocar. Mas convoca e coloca no final do jogo. Fica usando os mesmos jogadores mesmo sendo dominado o jogo todo, e não é o primeiro jogo que se é dominado. Quando quer mudar, são quatro minutos, 10 minutos. Quando ele trouxe o Bruno Henrique, do Flamengo, foi à mesma coisa. Deixou no banco um tempão e colocou no lado direito, sendo que no clube ele joga no lado esquerdo.

 Não é só pelo placar do jogo. É uma partida inteira, contra a Argentina sem criar, sem finalizar, sem chutar ao gol, sem marcar, sem competir, sem absolutamente nada. É muito grave.

Por: Iago Jesus

Twitter: iagojesus07
Instagram: iagojesus07

Nenhum comentário:

Postar um comentário