Breaking News

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Salah dá show, Liverpool goleia mas deixa Roma sonhar

Nunca um 5x2 foi tão 'frustrante' na UEFA Champions League. Haja vista que mesmo após um massacre de um insaciável Liverpool, com atuações exuberantes dos seus dois principais atacantes (Salah e Firmino) e um gol de seu outro integrante do ataque (Mané), os reds enfiavam 5x0 sem dó e nem piedade. A marcação da equipe num todo era primorosa, os Romanistas não conseguiam trocar mais de cinco passes e eram frágeis defensivamente.

Sua zaga lenta (?) foi por muitos momentos inexistente, diante dos ingleses. Seja pelo jogo terrestre ou aéreo, os comandados de Jurgen Klopp amassavam a equipe da cidade eterna.

Mo Salah marcou dois golaços, deu duas assistências e era un tormento para Kolarov e Juan Jesus - que certamente teve pesadelos com o egípcio -. Roberto Firmino marcou dois gols e deu sua assistência para gol. E mesmo assim, o confronto está em aberto.

É bem verdade que a vantagem do time da terra dos Beatles é enorme. Mas o lado vermelho de Liverpool teve dois momentos de desatenção nos minutos finais da primeira perna das semis. Com duas falhas defensivas, Dzeko com seu faro artilheiro e Perotti em cobrança de pênalti, reanimaram os romanistas.

A chama de uma nova remontada foi reacesa e o estádio Olímpico terá uma nova atmosfera mágica, única e inesquecível na próxima quarta-feira (02). É evidente que a vantagem do Liverpool é enorme, e que os reds ainda invictos na UCL são mais contundentes e agressivos que o Barcelona. Mas duvidar de uma Roma que saiu da UTI para respirar sob aparelhos, e que acredita muito numa nova virada 'improvável', é algo que não deve ser pensado.

O Liverpool tem o sonho de retomar a taça de campeão continental, e está próximo de retornar uma final, mais de uma década após de sua última aparição. Mas o sonho da Roma não pode jamais ser descartado, num esporte em que sonhar e propôr situações miraculosas são permitidos.

Acredite, o confronto está muito em aberto.










Foto: Getty Images










por: Leonardo Bueno

Nenhum comentário:

Postar um comentário