Breaking News

sábado, 10 de agosto de 2019

Wittman vence a primeira em Brands Hatch. Fittipaldi fica de fora.

Foto: DTM.com

O DTM chegou à Inglaterra para a ultima corrida fora da Alemanha na temporada, o grid de largada foi composto da seguinte forma: A posição de honra foi de Marco Wittmann, seguido de René Rast, Duval e Di Resta compuseram a fila 2, Frijns e Van der Linde a Fila 3. A prova não contou com Pietro Fittipaldi, que bateu durante os treinos e Joel Eriksson que teve problemas de câmbio.

Paul Di Resta conseguiu tracionar melhor que os rivais, e conquistou para a liderança da prova, outro que largou bem foi Loïc Duval, que pulou para a terceira posição, também na largada houve acidente com o Aston Martin de Jake Dennis, que não conseguiu tracionar, saiu de lado e acabou sendo tocado por Timo Glock, que por sua vez foi tocado por Daniel Juncadella, e essa sequencia de acidentes fez Dennis estampar o muro e quebrar a asa traseira de seu Vantage DTM. Vale o destaque também para Jonathan Aberdein que antes do final da volta inicial já tinha ultrapassado 3 carros.

A ótima largada de Paul Di Resta, foi revisada pelos comissários e não passou impune, foi detectado que o escocês queimou a largada, e recebeu 5 segundos de punição, a direção de prova também analisou o incidente de Daniel Juncadella, e aplicando a ele um drive trough de punição.

Na volta 6 Jamie Green e Aberdein abriram os pitstops na prova, Wittmann veio na 14ª volta, sendo o primeiro dos ponteiros a parar, na volta seguinte a Audi respondeu, chamando Rast e Duval, Di resta entrou na 16ª volta, e além de realizar seu pitstop pagou os 5 segundos de punição.

A estratégia da BMW se apareceu acertada, e fez Wittmann retornar na frente de Rast, e o piloto do Audi #33 fez belas ultrapassagens em cima de Duval, Müller e Spengler, na tentativa de não perder contato com a BMW #11, que lideraria a prova a partir do momento em que Frijns e Eng realizassem seus pitstops.

Após 25 voltas, a liderança voltou a ser de Wittmann e sua vantagem era de 5 segundos. Algumas câmeras mostravam gotas de chuva em suas lentes, mas a chuva não chegou.

Nos minutos finais, a emoção ficou por conta de Robin Frijns que batalhava com Rockenfeller e Duval pela 4ª posição, e com a perseguição de Sheldon Van Der Linde à Paul Di Resta, que ocupava o 8ª lugar, e mais tarde o ataque de Phillip Eng à Rockenfeller e Duval. O primeiro não ofereceu muita resistência ao ataque de Eng, ao contrário de Duval que não permitia a ultrapassagem do BMW.

Na ultima volta, Di Resta abandonou a prova enquanto Rast tentava uma aproximação ao líder, mas não conseguiu um ataque real, terminando a prova 0.3 segundos de Marco Wittmann.

Após esta prova, Rast possui 27 pontos de liderança para Nico Müller, e 32 para Marco Wittmann.

Texto: Mauricio Campelo

Nenhum comentário:

Postar um comentário